terça-feira, 8 de março de 2011

Mulher!

Meus atos falhos me diferenciam de você! Não que sejas perfeita, mas aos meus olhos sim, a perfeição. Fizestes de mim um espelho das suas virtudes, e enquanto cantas, dissipa claves de felicidades. Você me acalma e também me incandesce, és luz e estrelas, és a razão desse meu louco amor.

2 comentários:

Trem bunito! disse...

Amei seu blog!!Shalom!!

Armando disse...

Seja bem vinda!!
Namastê!