segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

E agora?

Algumas pessoas acham que conseguem resolver os seus dramas e problemas, simplesmente transferindo-os para os seus analistas ou psicanalistas. Agem como inocentes em processos potencializados por elas mesmas e saem dos consultórios leves e sem culpa, mas levam consigo, novamente, os seus próprios problemas, criados por situações ou fantasias que têm medo ou não estão preparadas para enfrentar.

Assim, continuam a culpar e a racionalizar as suas frustrações, e ao depositarem nos outros as causas e razões para os seus sofrimentos não crescem, não evoluem e se limitam. Ainda assim, muitas vezes se acham melhores e resolvidas e tentam impressionar, enganar, realimentando as suas próprias fraquezas.

Pense nisto!

Um comentário:

Ana disse...

Não se limite a pensar assim...O mundo não se limita a pensar como você...Exatamente por isso precisa de especialistas (psicólogos e psicanalistas) para conseguirem lidar com pessoas como você...e também para conseguirem lidar com elas mesmas...Beijos, Ana & Val.